Simone Gorete Machado

Natural de Goiânia – Goiás, a pianista Simone Gorete Machado foi premiada em vários concursos de piano, o primeiro sendo aos 15 anos de idade. Constam também em seu currículo apresentações como solista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo e da Orquestra Filarmônica de Goiás. Seus principais orientadores foram Lilian Meire, Belkiss Carneiro de Mendonça, o pianista Chileno Roberto Bravo que a convidou para co-apresentações no Chile, e o reconhecido compositor Camargo Guarnieri que devido ao interesse na interpretação pianística de Simone Gorete a convidou para receber sua orientação musical e profissional até seu falecimento em 1993.

Apresentações em Master Classes incluem as sob orientação de Luis de Moura Castro, Arnaldo Cohen, Byron Janis (Manhattan School of Music), Nelita True (Eastman School of Music) e do pianista russo Sergey Dorenski (Moscow Conservatory). Essa última proporcionou convites para performances na Vienna Saal do Mozarteum em Salzburg, Áustria.

Simone Gorete Machado possui Mestrado em Música (Piano), Especialização a nível de Mestrado em Performance pela The Hartt School - University of Hartford (USA) e Doutorado em Artes Musicais (Piano/Educação) pela University of Arizona (USA). Enquanto na The Hartt School, ela estudou com Dr. Paul Rutman e foi membro do grupo de música de câmera Contemporary Players o qual se dedicava à divulgação de música de século XX. Na Universidade do Arizona Simone foi agraciada como bolsista de pós-graduação recebendo treinamento como monitora por vários anos em piano em grupo, além de buscar conhecimento no método Suzuki para complementar seu trabalho com crianças. Sua pesquisa interdisciplinar de dissertação de doutorado que trata das contribuições históricas e culturais de danças folclóricas brasileiras para o repertório para piano solo foi apresentado na Hawaii International Conference on Arts and Humanities em Janeiro de 2006.

Atualmente Simone Gorete Machado é Professora Doutora Efetiva da USP. Suas atividades incluem aulas de piano, pesquisa, extensão e performances além da coordenação do Laboratório de Piano em Grupo. Por meio do LabPG criou e organizou a série de Encontros Internacionais de Piano em Grupo, sendo a 2ª edição com apoio da CAPES e da Pro-reitoria de Cultura e Extensão da USP, em parceria com UFG e Roland Pianos.

Em 2009 ela recebeu o título de Artist in Residence da Biosphere2 e conjuntamente com Regents Professor Dr. Paula Fan e cientista Dr. Scott Saleska, prepararam um formato de apresentação que combina música com ciência. Esse projeto que retrata a cultura e o meio-ambiente brasileiros foi apresentado na Biosphere2, na Escola de Música da Universidade do Arizona, na KUAT mídia, na Conferência World Piano Pedagogy em Sérvia e no TEDxPhoenix, USA.

Área de Pesquisa:

A linha de pesquisa Música e Educação tem como objeto principal o
estudo de temas que envolvam o ensino e o processo de aprendizagem da música, além da criação de publicações de materiais didático-pedagógicos
específicos para aulas de Piano em Grupo, indicados para alunos de
graduação em música ou iniciantes em teclado.
A segunda linha de pesquisa denominada Performance e suas Interfaces
busca investigar as relações de linguagens distintas em sua relação com a música, especialmente como forma a enriquecer o significado
interpretativo das mesmas.