Jose Fernando de Andrade

Área de Pesquisa:

(1) Estudo de Equilíbrios e Aproveitamento Analítico de Reações de Complexação - Colaboradores: Cristina S. Venezuela, Leandro M. Lourenço, Ana P. O. Sader, Fernando G. Martins, Adriano C. Pimenta e Valdir R. Balbo. A reação do íons azoteto, N3-, com vários cátions de metais de transição, tem sido objeto de diversos estudos sistemáticos, em vários setores da Química Analítica dentro da USP e de outras Instituições. Esses trabalhos, envolvendo também outros pseudo-haletos, haletos, ligantes carboxilatos e diferentes metais, têm conduzido ao desenvolvimento de novos métodos analíticos para a determinação dos íons envolvidos (metal ou ligante), à obtenção das constantes de estabilidade (formação) dos complexos sucessivos e, também, à detecção de alguns parâmetros termodinâmicos. As diferentes técnicas espectroanalíticas e eletroanalíticas empregadas nestes estudos envolvem principalmente espectrofotometria, potenciometria e absorção atômica.

(2) Determinação de Poluentes Atmosféricos utilizando Detectores Piezelétricos - Colaboradores: Orliney M. Guimarães; Denise P. Ruys, Cintia Simizo, Fernando Teruel, Jorge R. M. Castro, Marcelo Firmino de Oliveira e Valdir R. Balbo. O fenômeno da piezeletricidade vem sendo bastante empregado em diversos ramos do conhecimento, principalmente na área de Química Analítica. Estes métodos todos de detecção e determinação, como por exemplo de poluentes gasosos no ar ambiente, estão teoricamente baseados numa expressão matemática, que relaciona diretamente a massa incorporada sobre às superfícies de uma lâmina de cristal de quartzo (sensor piezelétrico) e a variação (queda) de sua freqüência ressonante. Os principais atributos dos dispositivos que utilizam esses detectores piezelétricos, também chamados de microbalanças (QCM), são: baixo custo, simplicidade experimental, alta sensibilidade, portatibilidade e ampla aplicação (utilizações analíticas diversas). Nosso interesse principal tem sido o desenvolvimento de novos captores (películas), para a montagem e aplicação analítica de novos métodos, visando a monitorização de ambientes de trabalho. Alguns compostos gasosos que vêm sendo estudados pelo grupo são : dióxido de carbono, ácido sulfídrico, monóxido de carbono, vapores de mercúrio, dióxido de enxofre, amônia, clorofórmio, benzeno, tolueno e tolueno diisocianato.

(3) Estudos Eletroanalíticos com Eletrodos de Cristal de Quartzo Modificados, em Soluções Aquosas, utilizando Nanobalança Eletroquímica (NECQ) - Colaboradores: Denise P. Ruys, Paulo Olivi, Maria E. D. Zaniquelli, Zeki Naal, Marcelo Firmino de Oliveira e Fernando G. Martins. Esta linha é uma espécie de extensão da anterior, porém envolvendo reações em soluções aquosas. Os objetivos principais compreendem a verificação de depósitos de hexacianometalatos com metais de transição, do tipo Azul da Prússia, como filmes modificadores de eletrodos de cristais de quartzo piezelétricos, seus comportamentos, montagem de novos métodos e suas possíveis aplicações analíticas.