Histórico


Os Programas de Pós-Graduação e Pesquisa

As atividades de pesquisa realizadas na Faculdade merecem destaque especial. Segundo o Anuário Estatístico da USP, a produção científica dos docentes da FFCLRP-USP colocam-na, sistematicamente, entre as dez mais produtivas da Universidade de São Paulo, demonstrando a contribuição expressiva da Faculdade no contexto global da USP. Essa produção é o reflexo do trabalho desenvolvido por seus docentes nos cursos de pós-graduação na Faculdade, bem como em outras unidades da USP, na UNESP e na UNICAMP.

A FFCLRP-USP oferece programas de pós-graduação nas áreas de concentração: Entomologia, desde 1980; Psicobiologia, 1984; Física Aplicada à Medicina e Biologia, 1986, Psicologia, 1995, Química, 1995 e Biologia Comparada, 1998. Todas as áreas têm cursos em nível de mestrado e doutorado. Atualmente há cerca de 500 pós-graduandos matriculados nessas diferentes áreas de concentração.

O curso de Física Aplicada à Medicina e Biologia, oferecido pelo Departamento de Física e Matemática em nível de mestrado, é o primeiro neste gênero na América Latina. Recentemente foi aprovado pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação a extensão deste curso para doutorado. Até o presente, setenta e seis dissertações de mestrado já foram defendidas e os recursos humanos formados, além de exercerem atividades de docência e pesquisa no ensino superior, estão trabalhando em hospitais e Institutos de pesquisa, que realizam atividades nas áreas médicas e Biológicas. Uma das grandes inovações desse curso é a sua interdisciplinaridade. Para realizar seus trabalhos de dissertações, os estudantes dispõem, não só de laboratórios de pesquisa da área de Física do CIDRA, mas dos laboratórios, instalações e equipamentos altamente especializados do Hospital das Clínicas da FMRP. Por outro lado, o CIDRA oferece contribuição a outros cursos de Pós-Graduação; em suas instalações já foram realizadas mais de cinco teses de doutoramento.

As principais linhas de pesquisa desenvolvidas no Departamento de Física e Matemática são as seguintes: biomagnetismo; dosimetria das radiações; física dos biomateriais; controle de qualidade de imagens radiológicas; instrumentação biomédica; simulação computacional em sistemas biológicos; imagem por ressonância magnética; análise de sistema aplicado à medicina; ressonância magnética aplicada a sistemas biológicos; técnicas de ultra-som; redes neurais; matemática aplicada; estatística e computação aplicadas.

No Departamento de Química, o Programa de Pós-graduação em Química foi iniciado em 1995, a partir da fusão de três programas até então existentes: Programa de Pós-graduação em Química Orgânica, iniciado em 1985 e Programas de Pós-graduação em Química Inorgânica e Físico Química, iniciados em 1989; essa fusão surgiu naturalmente, em função das características das áreas e da interdisciplinaridade, o que incrementou o inter-relacionamento existente entre as disciplinas e os docentes com aporte de enormes benefícios ao programa. O programa formou mais de XX mestres e mais de XX doutores.

As atividades de orientação em nível de Mestrado e Doutorado são efetuadas por docentes do Departamento de Química da FFCLRP-USP e do Departamento de Física e Química da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto-USP, nas seguintes áreas e linhas de pesquisa: eletroquímica, química e eletroquímica de compostos de coordenação, eletrocatálise, eletroquímica orgânica, materiais eletródicos e baterias de íons de lítio, compostos de intercalação, sistemas heterogêneos, físico-química de superfícies, química supramolecular de compostos inorgânicos, fotoquímica inorgânica, fotobiologia e fotomedicina, fotofísica de biopolímeros, terras raras, síntese orgânica, química de produtos naturais, enzimas, biomembranas, porfirinas e metaloporfirinas, métodos analíticos, cromatografia, mecânica estatística, modelagem molecular.

O Departamento de Biologia oferece curso de pós-graduação na Área de Concentração Entomologia e de Biologia Comparada, em nível de mestrado e doutorado. Até o presente, setenta e três dissertações e uma tese já foram concluídas, na área de Entomologia. O curso de Biologia Comparada foi aprovado em dezembro/97.

Área de Entomologia - Os vinte e quatro docentes credenciados nessa área desenvolvem pesquisas em: radiogenética, genética e biologia de Apis mellifera; ecologia e evolução de abelhas e vespas; sistemática e comportamento de formigas neotropicais; citogenética de insetos; biologia e sistemática de Plecoptera sistemática e biogeografia de Dípteros; aspectos teóricos da evolução; ecologia e evolução de abelhas e ácaros; relação planta-inseto; papel ecológico de compostos secundários vegetais; biologia e sistemática de Isoptera; genética, ecologia e evolução de Drosophila; entomologia e estudo de pragas; estudos de nutrição e comportamento alimentar em insetos; controle biológico e comportamento alimentar em insetos; controle biológico de pragas através da radiação; biogeografia e taxonomia de Meliponios; estrutura de comunidades apícolas e florísticas; biologia, genética e melhoramento de Apis mellifera; patologia apícola; polinização através de abelhas do gênero Apis mellifera; ecologia, etologia e evolução de abelhas; biologia e genética do desenvolvimento; relação parasita-hospedeiro de interesse econômico; estudo da polinização entomófila em culturas de interesse econômico; biologia de insetos-pragas agrícolas; criação artificial de insetos, radioentomologia; biologia, genética e manejo de abelhas.

Área de Biologia Comparada - O Curso de Pós-Graduação em Biologia Comparada tem como objetivo a formação de docentes, de pesquisadores e de recursos humanos especializados no âmbito de Ciências Biológicas. Enfatiza-se a compreensão da história evolutiva dos organismos e de seus mecanismos de adaptação ao ambiente. Acompanhando os rumos da Biologia atual, o programa é de caráter interdisciplinar, resultado da integração de grupos de pesquisa de diferentes áreas. A estrutura do Curso compreende disciplinas obrigatórias na forma de seminários em biologia contemporânea (02), optativas (32) nas diversas linhas de pesquisa dos orientadores, e um trabalho prático para elaboração da dissertação ou tese.

As linhas de pesquisa são: Sistemática e ecologia de plantas; Ecologia e evolução de vespas e abelhas; Avaliações de métodos estatísticos; Fisiologia comparativa da osmorregulação em crustáceos e peixes; Mutagênese; Taxonomia e ecologia de insetos aquáticos; Análise filogenética e biogeográfica de grupos de Insecta com ênfase em Diptera; Ecologia química e quimiotaxonomia; Mutagênese química e física; Ecologia e evolução de vespas e abelhas; Processamento de imagens médicas; Evolução do gênero Drosophila na América do Sul; Bioecologia de crustáceos decápodos; Mecanismo de ação e regulação de fosfomonoidrolases; ATPases translocadoras de íons; Bioquímica de microorganismos eucarióticos; Enzimas hidrolíticas de sementes durante a germinação; Biologia, fisiologia e bioquímica de eucariotos primitivos; Fisiologia de crustáceos; Melhoramento de abelhas Apis mellifera com ênfase à abelhas africanizadas; Ecologia de abelhas eusociais com especial ênfase ao processo de postura; Isótopos estáveis; Bioquímica e biotecnologia de microrganismos; Biologia e genética do desenvolvimento; drogas e função renal; Sistemática e evolução de mamíferos neotropicais; Estrutura e funcionamento de ecossistemas aquáticos lênticos; Biomembranas e enzimas; Isótopos estáveis; Sistemática, biogeografia e aspectos da ecologia (enfoque histórico/naturalístico) de peixes neotropicais; Sistemática de Angiospermas; Anatomia e biologia reprodutiva de bivalves e suas aplicações; Neurobiologia de toxinas de Artrópodes; Biologia e genética do desenvolvimento.

O Departamento de Psicologia e Educação mantém o programa de pós-graduação em Psicobiologia e em Psicologia, a nível de mestrado e doutorado.

Área de Psicobiologia - Esse programa visa a formação de psicobiólogos bem como o desenvolvimento de pesquisa na área de estudo do comportamento e suas bases biológicas. Até o presente já foram defendidas cinqüenta e oito dissertações e trinta e trinta e duas teses de doutorado nas seguintes áreas: psicobiologia; psicofarmacologia; psicofísica e percepção; neurofisiologia; psicologia experimental; neurociências e comportamento.

Área de Psicologia - este programa visa a formação de docentes-pesquisadores, dentro da perspectiva de desenvolvimento de saberes/fazeres psicológicos vinculados à Psicologia como Ciência e como Profissão, comprometida com a realidade social. Para tanto objetiva levar a efeito: a) Projetos apoiados em múltiplas abordagens, capazes de integrar a compreensão da Psicologia às contribuições de outras ciências humanas, biológicas e sociais, para a apreensão do Homem como forma de construção de um saber inter e multidisciplinar. b) investigações apropriadas ao contexto da profissão, articulando ensino-pesquisa à extensão de serviços à Comunidade, como condição de construção de um saber que contém e se volta para a realidade em que se insere o trabalho profissional. c) estudos que gerem recursos teórico-metodológicos, tanto para a própria pesquisa quanto para a prática profissional, a fim de superar a excessiva reprodução de conhecimentos na área, e fortalecer a busca de um saber crítico e reflexivo.

Quatro são as linhas de pesquisa a que esse programa se propõe:

1. Fundamentos Históricos e Sócio-Culturais da Psicologia: As pesquisas desta linha estão voltadas para a análise das seguintes temáticas: a) Constituição Histórica da Psicologia e do seu aparato conceitual enquanto área de conhecimento específico, sob o enfoque da História e da Filosofia da Ciência; b) Constituição histórica-cultural do sujeito; c) Determinantes sócio-históricos de contextos institucionais.

2. Processos Psicológicos e Desenvolvimento Humano: As pesquisas desta linha têm por objetivo estudar: a) Como o indivíduo se desenvolve enquanto sujeito na interação e através da interação com o meio físico e social, em determinados contextos sócio-históricos; b) As formas pelas quais o indivíduo apreende, transforma, integra e organiza informações do ambiente.

3. Avaliação Psicológica, Intervenção Educacional e Promoção Do Desenvolvimento: As pesquisas desta linha têm por objetivo estudar: a) A construção, adaptação e utilização métodos, técnicas e/ou instrumentos de avaliação dos fatores de risco ao desenvolvimento humano; b) Fatores de risco, estratégias de análise e de intervenção; c) Risco ao desenvolvimento e rendimento acadêmico.

4. Promoção da Saúde e Ações da Psicologia na Comunidade: As pesquisas desta linha têm por objetivo estudar: a) Fatores de risco e proteção da saúde da comunidade; b) Intervenção psicológica e práticas psicoterapêuticas; c) Promoção de saúde

As principais áreas de pesquisa são:

Família e Sociabilidade
Gestão Institucional
Letramento, Autoria e Alteridade: História e Discurso na Constituição do Sujeito
Sexualidade: Construção e Desconstrução de seus Discursos
História das Idéias Psicológicas na Cultura Luso-Brasileira
Família e Socialização: Aspectos Históricos
Fenomenologia da Existência
Processamento Humano da Informação
Fatores de Risco, Prevenção e Intervenção em Distúrbios do Desenvolvimento: Família, Saúde e Educação
Mecanismos Perceptuais e Cognitivos na Percepção Visual
Tempo Subjetivo e Memória
Organização de Ambientes Infantis Coletivos
Desenvolvimento e Educação Infantil
Desnutrição e Comportamento
Percepção Visual: Percepção de Tamanho, Distância e Espaço
Família e Socialização: Processos, Modelos e Momentos
Sociodrama Educacional
Desenvolvimento e Fatores de Risco para a Aprendizagem
Escola e Socialização: Modelos e Métodos de Ensino
Fatores de Risco e Problema de Desenvolvimento da Criança
Técnicas de Exame Psicológico
Fundamentação Técnica de Processos Psicodiagnósticos
Avaliação e Promoção de Habilidades Sociais
Doenças Sexualmente Transmissíveis e AIDS
Saúde Reprodutiva
Psicologia e Câncer Infantil
Doenças Crônicas: Repercussões Psicológicas e Intervenção Psicoterapêutica
Escalas Subjetivas Aplicadas ao Trabalho e à Saúde
Programas e Intervenções junto a Crianças e Adolescentes Considerados em Situação de Risco Psicossocial
Práxis Grupal na Atenção em Saúde
Medicina Comportamental / Promoção da Saúde na Comunidade
Ações da Psicologia para Promoção de Saúde e Prevenção das DST/AIDS e Drogas
Representações Sociais de Violência em Instituições

Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto

Av. Bandeirantes, 3900 - CEP 14040-901 - Bairro Monte Alegre - Ribeirão Preto - SP -Brasil

Tel. 55(16) 3315-3670 | Fax. 55(16) 3315-9101 | E-mail: diretoria@ffclrp.usp.br | ffclrp@usp.br